E1 - Enerkeeper

O equipamento E1 – internacionalmente conhecido como Enerkeeper - é uma inovação tecnológica patenteada, desenvolvida com o intuito de promover uma energia de qualidade e conseqüente redução do consumo de energia. Homologado na concessionária de energia elétrica da Coréia do Sul (estatal) e com diversas certificações internacionais, o equipamento reduz o consumo de energia elétrica (kWh), através da redução dos harmônicos, desbalanceamentos, defasagem entre tensão e corrente, potência reativa, desperdícios em circuitos indutivos, entre outros. A funcionalidade do equipamento está diretamente ligada as características das cargas dos clientes.
Possui aplicação em grandes e médios estabelecimentos, com atuação em todos os tipos de cargas (iluminação, motores, resistências e cargas mistas).
Enerkeeper 2.jpg
Enerkeeper 1.jpg
Transformador Híbrido.jpg
O que é o Equipamento E1 eletricamente falando?
Podemos definir o E1 como um filtro passivo de harmônicos, não convencional, com enrolamento em zig zag. Seu principal resultado entre outros fatores é a redução da potência ativa, que é refletida diretamente na conta de energia do cliente.
 
Como acontece a redução na Potência Ativa?
Um filtro de harmônicos convencional trabalha na harmônica de 3ª ordem. O E1 atua em até 70% de todas as ordens e é desta atuação que vem refletida a maior porção de redução na potência ativa, kW e no consumo, kWh. As cargas (máquinas e equipamentos) possuem suas impedâncias próprias, causando resistência no fluxo da corrente.
 
As impedâncias são incessantes e crescentes?
Sim. Cada carga tem sua própria impedância. Quando existe a incidência de harmônicos acima de 60Hz há aumento das impedâncias. O E1 sempre atua quando ligado. Podemos considerar um ciclo permanente, ou seja, a carga oferece as impedâncias (resistência) através de seu funcionamento e o E1 atua como um filtro para as harmônicas e consequentemente as impedâncias.
Enerkeeper 4.jpg
Enerkeeper 3.jpg
zigzagsite.jpg
Tecnologia principal do equipamento E1 Enerkeeper
O coração da tecnologia do E1 é o sistema ATW (Auto-Transformer Winding), um método zig zag de enrolamento de um auto-transformador que consiste em um novo conceito tecnológico.
A figura ao lado ilustra uma instalação constituída por um arranjo ferromagnético com núcleo trifásico, o qual possui três colunas onde são inseridos por fase três conjuntos de bobinas com polaridades opostas. Conectando-se tais enrolamentos diferentemente de uma clássica designação zig zag, obtêm-se as composições transversais nas três colunas. O arranjo zig zag permite visualizar o princípio da redução das impedâncias através da corrente de seqüência zero. Nessa formação os fluxos magnéticos dos enrolamentos se opõem e automaticamente as densidades dos mesmos nas três fases igualam-se, proporcionando o balanceamento do sistema trifásico. O Enerkeeper é composto por um ferro magneto de alta qualidade com 99,8% de eficiência o que diminui a dissipação térmica pelo efeito histerese.
 
Benefícios do equipamento
> Responsabilidade ambiental mediante a utilização da energia com eficiência.
> Redução efetiva de 5 a 15% na demanda ativa (kW) e consumo (kWh), resultando na economia da conta de energia.
> Proteção e aumento da eficiência e vida útil dos equipamentos.
> Redução dos harmônicos, desbalanceamentos, defasagem entre tensão e corrente, potência reativa, desperdícios em circuitos indutivos, entre outros. A funcionalidade do equipamento está diretamente ligada as características das cargas dos clientes.
> Não há substituição de máquinas e equipamentos.
> O equipamento foi desenvolvido em uma estrutura composta por núcleo e bobina e não faz uso de componentes eletrônicos, a fim de minimizar eventuais problemas. Isto torna o E1 um produto com vida útil semi-permanente de 20 anos.
> Alto custo-benefício – A instalação de um único equipamento em cada transformador ou disjuntor principal de baixa tensão atende vários tipos de carga.

Características técnicas

> O equipamento atua em baixa tensão (até 600V).
> Instalado em série na saída do transformador ou do disjuntor principal.
> A capacidade necessária para a instalação é calculada com base na utilização do transformador.